Lula condenado à nove anos e meio.

Finalmente saiu no dia 12/07/17 a sentença do juiz Sérgio Moro condenando o Lula a nove anos e meio de prisão. Esse julgamento refere-se ao Apartamento Triplex do Guarujá. A sentença precisa ser julgada agora em segunda estância e se Lula for condenado nessa estância passa a ser considerado “ficha suja” e não poderá ser candidato a nenhum cargo publico. Se a sentença for confirmada Lula poderá ser preso. A principal diferença entre a primeira estância e a segunda estância é que na primeira estância a pessoa é julgado por um juiz de direito que dá a sentenças monocraticamente. Na segunda estância a pessoa é julgada por um colegiado de Desembargadores e a sentença é decidida no voto. Uma pessoa condenada em segunda estância ainda pode recorrer mas já começa a cumprir a pena definida na segunda estância. Muito legal essa organização da justiça e poderá no caso presente tirar a dúvidas de muitas pessoas. Os petistas e pessoas não petistas como eu classificam o Juiz Sérgio Moro como admirador dos Partidos chamados de Direita(?) e contrário aos partidos chamados de esquerda(?). Isso ele mesmo criou para si ao se deixar fotografar ao lado de Michel Temer, Aécio Neves etc. e as sentenças que tem dado a políticos de esquerda bem como pelas suas declarações. Chegou inclusive a cometer um crime ao divulgar uma gravação que deveria ser mantida em sigilo. Para quem não acredita na imparcialidade do Juiz Sérgio Moro acho muito bom esse julgamento em segunda estância, pois as mesmas provas serão apreciadas por um colegiado de Desembargadores. Se o Lula foi corrupto ele tem que pagar, mas não aceito um julgamento político. Vamos aguardar a decisão da segunda estância. Lendo os jornais estrangeiros que comentam essa decisão, eles destacam a importância e o prestígio que o Lula conquistou fora do nosso país., talvez maior do que aqui no Brasil. Nosso país é carente de personalidades respeitadas no mundo e essa notícia aumenta essa carência. Veja como se refere ao Lula o New York Times:- “..trata-se de “um revés impressionante para um político que exerceu enorme influência na América Latina por décadas”. “O caso contra o senhor da Silva, que elevou o perfil do Brasil no cenário mundial como presidente entre 2003 e 2010…”