Final da Copa das Confederações – Russia 2017

Muito bom assistir um jogo entre equipes das quais não somos torcedores. Podemos escolher para quem torcer e durante o jogo podemos mudar nossa escolha. Foi o que aconteceu comigo ontem dia 03/07/2017 na final da Copa das Confederações. Antes de começar o jogo decidi torcer para que a Alemanha vencesse, pois existe uma lenda que diz que o time campeão da Copa das Confederações nunca se torna campeão do Mundo na próxima copa. A vitória da Alemanha faria como fez, que o Brasil perdesse o 1º lugar no ranking da FIFA, mas considerei isso um problema melhor. Começa o jogo e vejo um Chile dominando totalmente os Alemães, mas percebi um problema semelhante o que ocorre muitas vezes no meu time de coração, o Palmeiras, domina, mas não marca gol. Ataca, ataca, mas sem acerto na sua pontaria. Aos 20 minutos do primeiro tempo, uma falha terrível de Marcelo Dias que perde uma bola para Timo Werner que passa para Lars Stindl o qual marca o primeiro gol da partida. Uma fatalidade Desse momento em diante passei a torcer pelo Chile. Queria que o Chile virasse para amenizar a culpa de Marcelo Dias, mas sofri até o fim da partida vendo um time com muita posse de bola e sem objetividade perder a Copa das Confederações. Agora é torcer para que a lenda se confirme na Rússia 2018.